Para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro...   (Fp1:21)
Notícias
MULHERES DE DEUS IMPACTANDO VIDAS NO VII CONGRESSO GERAL DA UNIÃO FEMININA

Diaconisa Rosane Bottini ministrou o primeiro estudo do Encontro de Mulheres Estudantes da Bíblia
"Espelho, espelho meu, alguém ama meu marido mais do que eu?" foi o tema dos estudos, ministrados também pela diaconisa Gládis Machado
Pr. João Carlos Jacobi pregou a Palavra de Deus no final da tarde
Irmãs de diversas áreas do Ministério Restauração integraram o Grande Coral da União Feminina
Diaconisa Ana Schimitt, Superintendente da União Feminina, dirigiu o culto da noite
Irmã Maria Schimitt Vieira fez a leitura bíblica introdutória
Irmã Suami Fernandes orou apresentando a Deus o livro "Para que serve um marido?", de autoria da diaconisa Gládis Machado
A mensagem da noite foi ministrada pelo Pr. Humberto Schimitt Vieira, Presidente do Ministério Restauração
No momento do convite, a cancha do Ginásio Tesourinha ficou completamente lotada
Publicado em 11/04/2012 às 11:08

O VII Congresso Geral da União Feminina ocorreu no dia 7 de abril, em meio às atividades do III Congresso Geral do Ministério Restauração. Desde às 9h, muitos irmãos e irmãs já se dirigiam ao Ginásio Tesourinha numa ensolarada manhã de sábado, com a expectativa de se achegar mais a Deus, numa consagração coletiva.

O ambiente matinal foi preparado com orações individuais e em ondas dirigidas pelas irmã Rosângela Ourique, coordenadora do Pilar dos Núcleos de Oração. Os motivos propostos para um uníssono clamor foram salvação, curas, vida dos obreiros(as) e pelos estudos ministrados no dia. Alguns louvores a Deus foram entoados pelo Grupo Vocal da UF.

A Superintendente da União Feminina, diaconisa Ana Schimitt, agradeceu a presença e cooperação das irmãs das diversas esferas da UF. Aproveitou para apresentar os materiais de evangelismo e ensino desenvolvidos pelo departamento e materiais de divulgação como adesivos, pins, camisetas e canecas oficiais da UF vendidos no local. Com muita alegria, a Superintendente comunicou o lançamento do livro "Para que serve um marido?" de autoria da irmã Gladis Machado, tema que foi desenvolvido no IV Encontro de Mulheres Estudantes da Bíblia, em novembro de 2011.

Enquanto isso, tanto irmãos como irmãs da capital, do interior do estado, de outros Estados e Exterior iam enchendo as arquibancadas do Ginásio para participarem do V Encontro de Mulheres Estudantes da Bíblia. Seguindo a tendência da edição anterior, o tema continuou enfocando a missão da esposa no casamento cristão e no Ministério do esposo. Com uma bem-humorada frase extraída de um famoso conto da cultura alemã "Espelho, espelho meu, alguém ama meu marido mais do que eu?", a irmã Rosane Bottini deu início aos estudos seguindo a apostila elaborada pela irmã Gládis Machado.

Muitos temas foram abordados, principalmente as novidades que o mundo lança sutilmente dentro da igreja como algo inofensivo e comum. O exemplo disso é o mau uso das redes sociais como forma de exibicionismo e exposição da intimidade. O Espírito Santo conduziu o convencimento da justiça divina aos que desejam cumprir a vontade de Deus com sinceridade.

A irmã Gládis Machado deu continuidade aos temas que "espelhavam" a mulher na Palavra de Deus. Foi uma manhã e tarde de muita reflexão sobre como matar as obras da carne no casamento. Deus, apesar de falar ao coletivo, trabalhou na intimidade de cada coração.

Na ministração da palavra para encerramento do Encontro de Mulheres Estudantes da Bíblia, o convidado foi o Pr. João Carlos Jacobi. O pastor confessou que, após observar a glória de Deus ao final dos estudos, temeu não ter mais nada a dizer, mas o Espírito lhe comunicou que é pela ministração da palavra de Deus revelada aos seus filhos que a igreja se firma e se sustenta ao longo dos anos. Realmente, alimento espiritual não faltou e Deus continuou confirmando sua mensagem de santidade, obediência e do real papel da esposa cristã, conforme Tito 2.3-5: "As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem; para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, a serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada".

A entrega do jejum se deu às 17h30min, com uma refeição gratuita distribuída aos presentes. Em seguida, as irmãs do Grande Coral da UF se posicionaram nas arquibancadas para iniciar o ensaio dos louvores que seriam entoados no culto da noite. Sob a regência da irmã Marta Aguiar, o ensaio em si já deu uma prévia do que seria o derramar da glória de Deus.

A abertura do culto da noite foi feito pela Dcª. Rosângela Ourique, coordenadora do Pilar dos Núcleos de Oração, que convidou a missionária Paula Helena, de Salto/Uruguai, a orar pelo povo que necessitava da misericórdia de Deus e perdão de pecados. Em seguida, a coordenadora de cada pilar do departamento orou por salvação, saúde, finanças e família. Foram momentos de clamor e milagres.

A direção do Congresso ficou a cargo da Superintendente da UF, Dcª. Ana Schimitt, que saudou as caravanas de diversos lugares do interior do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, além dos países do Uruguai, Paraguai e Argentina.

A irmã Ana honrou as anciãs da igreja, irmãs Maria Schimitt Vieira e Suami Fernandes, exemplos de mulheres de perseverança na oração para o Ministério Restauração e convidou ambas a darem uma palavra seguida de oração pela igreja.

A irmã Maria Schimitt Vieira trouxe uma palavra em Lucas 10.21,22, proclamando com convicção as palavras de Jesus Cristo: "Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste estas coisas aos sábios e instruídos e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim foi do teu agrado. Tudo me foi entregue por meu Pai. Ninguém sabe quem é o Filho, senão o Pai; e também ninguém sabe quem é o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar" . Enfatizou que ninguém conhece mais as nossas necessidades e dificuldades do que o Pai; e ninguém conhece mais o Pai do que aquele que possui comunhão com Ele pela revelação de Jesus Cristo.

A irmã Glaci Cortez aproveitou o momento de ministrar a palavra dos dízimos e ofertas para relatar seu testemunho de prioridade ao buscar o Reino de Deus e sua justiça, pois com isso obteve também grandes vitórias profissionais e financeiras. A coleta das ofertas deu-se sob o louvor da cantora Eliane Rosa.

O Pr. Humberto Schimitt Vieira, Presidente do Ministério Restauração, assumiu o púlpito para congratular os visitantes, principalmente aqueles que vieram de longe para este congresso, e também realizou o lançamento oficial do livro "Para que serve um marido?", de autoria da diaconisa Gládis Machado. A irmã Suami Fernandes orou abençoando a nova obra, rogando que os ensinamentos nela inseridos atinjam e transformem mulheres e famílias.

O Grande Coral da União Feminina louvou a Deus com dois hinos: "Abraço do Noivo" e "Gideão e os Trezentos". Enquanto cantavam, as irmãs se renovavam, pulavam e se alegravam, contagiando todos os presentes.

Convidado pelo Departamento da União Feminina, o Pr. Humberto Schimitt Vieira ministrou a Palavra de Deus. O preletor lembrou a história das guerras que o rei Jabim, de Hazor, realizou contra Israel, registradas em Josué 4 e Juízes 11. Mostrou a importância da liderança para o povo e a necessidade de um posicionamento deste ao lado daqueles que amam a Palavra de Deus. No final, lembrando como Sísera, capitão do exército de Jabim, foi derrotado - perdeu seu carro de ferro e teve de fugir a pé, sendo, finalmente, morto por uma mulher -, mostrou que, assim como o povo da época, o povo de Deus hoje deve tirar os "carros de ferro" do diabo, hoje representados pelas vaidades, pela televisão, pelos jogos competitivos e tudo o que pode afastá-lo do Senhor. O convite foi para que o povo descesse o "monte Tabor" e fosse à frente clamar a Deus para que os "carros de ferro" do diabo na vida de cada participante do Congresso fossem exterminados.

Milhares de pessoas lotaram a quadra do Ginásio. Muitos foram arrebatados, renovados pelo Espírito Santo, curados e transformados pelo poder de Deus! Houve também a reconciliação de desviados da igreja, jovens e crianças recebendo o batismo no Espírito Santo e, mais uma vez, Deus foi fiel com a sua promessa de derramar seu Espírito sobre toda a carne, nos últimos tempos da Igreja na terra.

Por Márcia Gubiani
Assessora de Comunicação da UF

Obs.: Clique aqui e veja o relatório de atividades do departamento da União Feminina do ano de 2011, apresentado na XI Convenção de Ministros do Ministério Restauração, realizada de 06 a 08 de abril de 2012.

 

Copyright © 2014 Igreja Pentecostal Assembléia de Deus Ministério Restauração